E a saúde da empresa?

E a saúde da empresa?

Só temos bem estar com o funcionamento de todo o corpo

Tem momentos em que não estamos bem, por exemplo. Estamos com uma dor de cabeça que nos incomoda, ou falta de forças, uma gripe. Tudo isso interfere no nosso sentir e no nosso agir. Nesses dias nos sentimos mal. Consequentemente não rendemos o que poderíamos como quando estamos bem.

Numa empresa não é diferente, se algum setor não funciona adequadamente, a empresa não está bem. Pode até viver mas não vive bem. Como a empresa não aponta por si só que não está bem, diagnosticar por ela é a grande chave da saúde empresarial.

 

Fazer um check up regularmente

Orientação comum entre os médicos é que nos submetamos a exames médicos e laboratoriais com alguma frequência. Isso pode antecipar a detecção de doenças e sobretudo, indicam os desajustes que temos e que tratados com antecedência evitarão que alguma anomalia apareça.

Numa empresa deve ser igualmente assim, avaliar desempenho, indicadores da empresa, processos, permite que as correções possam ser feitas enquanto a empresa ainda está saudável. Lamentavelmente a maioria dos empresários, por não executarem esse check up  só se darão conta de que há uma anomalia quando o estrago já está feito

 

Muita gente se preocupa em ser magro mas não se preocupa em ser leve

Essa frase representa bem o como pensamos com relação ao corpo físico, vale mais a aparência, vale pouco o que somos por dentro. Vale, enfim, mais o que os outros veem do que o que efetivamente somos.

Quando traduzimos a frase para o ambiente empresarial, todos pretendem uma empresa magra, poucos funcionários, pouco trabalho e muito resultado. Mas o que funciona é uma empresa leve. Uma empresa leve é aquela que com rapidez se modifica se reposiciona. Importa menos o que os outros veem e importa muito o que ela é.

Carlos Alberto Pompeu de Toledo  011-3382-1375

carlos@gcapts.com.br

Fale conosco

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *